Foi só escrever…

E o leitor fbreve descobriu que é possível acessar uma página de configuração no D-Link 500B e possibilitar que ele sincronize-se com um servidor de tempo. Para fazer isso, clique em Management – Internet Time, marque a caixa “Automatically synchronize with Internet time servers” e selecione um dos servidores da lista.

Lindo, só que aqui a hora está sempre 1h atrasada. Além do mais, isso não resolve, propriamente o problema de se ajustar a data. Além disso, um erro do utilitário de configuração é não permitir que se encerre a sessão, somente fechando-se o navegador.

Ajustando (provisoriamente) a data e hora no D-Link 500B

Em 18 de Maio, eu publiquei aqui um tutorial que ensinava a desabilitar alguns serviços desnecessários que vinham por padrão no D-Link 500B, o que fazia que ele não conseguisse se conectar à internet após ligá-lo, assim como causar a queda da conexão. Em 23 de Julho, o leitor fbreve publicou o seguinte comentário:

Só pra constar, você não precisa do serviço HTTP para navegar na internet, você precisa dele para conseguir entrar na página de configurações. Mas você tem razão dizendo que economiza memória desabilitar alguns serviços que não forem ser usados, já que por baixo disso tudo o que roda é um Linux. Eu cheguei aqui procurando uma maneira de configurar manualmente a data/hora do modem (já que uso ele como bridge e assim ele não consegue sincronizar com nenhum servidor), mas não tem nenhuma opção pra isso, sou obrigado a ver a data errada nos logs. D-Link é o cúmulo da incompetência.

Pois eu descobri como ajustar a data e a hora no referido modem e vou mostrar como fazer agora!

Como o que roda por baixo do 500B é uma micro distribuição Linux baseada no BusyBox, tudo que temos que fazer é entrar no shell e utilizar o comando date.

Em primeiro lugar, você precisa ter o serviço telnet habilitado no modem. Ele vem por padrão, mas, se por acaso você desabilitou, volte ao tutorial e siga suas instruções, mas habilite o serviço telnet e reinicie o modem. A utilização desse protocolo é necessária porque (até onde eu sei) não existe uma forma de ajustar a data do modem pela interface web provida com o mesmo.

Uma vez que você tenha certeza que o serviço telnet do modem está habilitado, abra um Terminal, Konsole ou qualquer coisa do gênero e digite:

$ telnet 10.1.1.1

O $, óbvio, você não digita, ele já está lá; 10.1.1.1 é o endereço padrão do modem. Se por acaso você ou a sua empresa o mudou, procure se informar antes e substitua o endereço pela informação adequada. Uma vez que o comando tenha sido executado, você deverá ver isso:

Essa é a famosa interface de administração do D-Link 500B em linha de comando! Ela está pedindo um nome de usuário e, posteriormente, pedirá uma senha. Se você manteve a configuração padrão do seu modem, então o usuário é admin e a senha é admin.

Após você digitar o usuário e a senha, você verá essa janela:

Essa ainda NÃO É a parte Linux do modem mas, sim, um prompt criado pela D-Link. Você pode digitar help para obter uma lista de comandos. Praticamente tudo que você consegue fazer pela interface web você pode fazer por essa linha de comando. Para ir direto ao Linux, digite sh e pressione ENTER:

Para ver a data e hora atuais do modem, digite date:

Perceba que meu modem está configurado para 1º de Janeiro de 2000, uma máquina do tempo, praticamente. Bem, para arrumar isso, digite o comando date seguindo o exemplo abaixo:

date MMDDhhmmCCYY

Onde:

MM – Mês
DD – Dia
hh – Horas
mm – Minutos
CCYY – O ano.

Dessa forma, a data e hora do seu modem estão ajustados.

Legal, né? Só que agora vem a pior parte: SE VOCÊ DESLIGAR O MODEM, A DATA É PERDIDA! Isso mesmo! Fiz vários testes aqui e comprovei: ao se desligar o modem, a data do sistema volta para 1/1/2000, talvez por ele não ter uma bateria de CMOS interna. Eu tentei até usar o comando save, no prompt da D-Link, mas não adiantou. Mas isso me intriga: se o modem consegue guardar corretamente as configurações de rede, por que não consegue preservar a data?

Uma gambiarra solução alternativa que eu encontrei seria manter o modem sempre ligado para preservar a data e a hora, o que pode ser mais viável em ambientes corporativos, ou ajustá-la pela manhã, quando o modem for ligado.

Desculpem, mas por enquanto é isso. Aguardo sugestões de como fazer a modificação ser permanente.

Como resolver seus problemas com o D-Link 500B

D-Link 500BSe você, assim com eu, for um (in)feliz proprietário de um model D-Link DSL-500B, notará que, após configurá-lo como roteador, coisas estranhas vão acontecer. Dentre as quais, podemos citar a queda da conexão após algum tempo ou o fato de você ligar o modem e o led DATA não acender, impossibilitando, dessa forma, sua navegação, o que só é resolvido com você abrindo a janela de um navegador e digitando http://10.1.1.1 . Vai aparecer uma caixa pedindo senha e você não precisa fazer nada, apenas espere a luz acender e pode fechar a página e começar a navegar.

O que pude averiguar pelos fóruns da Internet é que houve um erro de projeto nesse modem: pelo visto, ele tem apenas 6 MB de memória e quase toda essa quantidade é ocupada na inicialização. Assim, quando o modem enfrenta várias requisições, como por exemplo em uma trasferência de bittorrent, a memória se esgota e o aparelho trava, o que se traduz como uma falta de qualidade que denigre o nome da companhia que o produz.

Mas, titio André aqui encontrou, há algum tempo atrás, em algum fórum que realmente não me lembro, uma dica que dizia para desabilitar alguns serviços do modem e atualizar o firmware. Bem, eu fui feliz apenas desabilitando os serviços (o que provavelmente liberou mais memória e fez o bichinho funcionar sossegado) e vou passar pra você, fiel consumidor da D-Link, as minhas configurações.

Uma dica similar a que encontrei (se é que não seja a que eu tenha encontrado) pode ser vista em http://forum.clubedohardware.com.br/ajuda-dlink-500b/458426?s=a1f6dc555489e6bab34bcdc0e83d4832& .

Acesse a tela de configuração do seu modem em um navegador através do http://10.1.1.1. Após cada passo, exceto o primeiro, clique em “Save/Apply”.

  • Clique em Management;
  • Clique em “System Log” – “Configure System Log” e em “Log:”, selecione “Disable”;
  • Clique em “SNMP Agent” e em “SNMP Agent” escolha “Disable”;
  • Clique em “Internet Time” e desmarque “Automatically synchronize with Internet time servers”;
  • Em “Access Control”, desmarque as duas caixinhas de: FTP, ICMP, SNMP e TFTP. O serviço HTTP é necessário para que você possa navegar na internet (¬¬) e o Telnet para que você possa acessar o modem via linha de comando. Se você não quiser isso, pode desmarcá-lo;
  • Para melhorar ainda mais, descubra o edereço IP do DNS primário do seu provedor (tem no Abusar, ou então ligue pra eles), e clique em Advanced Setup – Routing – Default Gateway. Desmarque ” Enable Automatic Assigned Default Gateway”, marque “Use Default Gateway IP Address” e, ao lado, escreva o IP do seu DNS;
  • Pra terminar, vá em “Management” – “Save/Reboot”, clique em “Save/Reboot” e seja feliz.

Se tudo deu certo, a partir de agora, seu D-Link vai se conectar na Internet quando você ligá-lo e não haverá mais tantos travamentos.