Cybercriminoso, eu?

Seguindo a idéia de Alexandre Oliva, aqui vai minha contribuição para o que pode se tornar a nossa vida se o projeto do senador Azevedo se tornar realidade:

ATENDENTE SHIRLEY
Provedor Água, Shirley, bom dia?


Oi. Aqui é o Zé Alfredo, eu comprei uma música pelo site Auditiva de vocês e não estou conseguindo executá-la.

ATENDENTE SHIRLEY
O senhor por acaso comprou a música Sombrinha, da cantora Ruana?


Essa mesma.

ATENDENTE SHIRLEY
Bom, senhor, essa música está protegida por DRM e só pode ser executada no seu computador.


Mas eu estou no meu computador!

ATENDENTE SHIRLEY
Não é o que parece. O senhor não trocou de máquina?


Não… é… bem, ontem eu tive que formatar o meu disco rígido porque o meu sistema operacional Janelas Olhe pegou um vírus…

ATENDENTE SHIRLEY
Ah, pode ser isso. O sistema de DRM entende que, pelo senhor ter formatado seu computador, a música estaria rodando em um micro diferente.


Sim, mas o fato é que não está.

ATENDENTE SHIRLEY
Correto, senhor, mas como podemos saber se o senhor não está contando essa historia para, justamente, rodar a música em um outro computador?


O quê? isso é um absurdo! Eu paguei pela música, ela é minha, pode executá-la onde eu quiser!

ATENDENTE SHIRLEY
Não é bem assim, senhor…


Como não?

ATENDENTE SHIRLEY
Na verdade, o que o senhor comprou foi o direito de executar a música em seu computador; a música continua pertencendo ao proprietário e detentor dos direitos autorais.


Tudo bem, mas então eu não posso executar a música onde eu quiser?

ATENDENTE SHIRLEY
De acordo com o acordo de licença que o senhor aceitou quando adquiriu a música, essa só pode ser executada no seu computador.


Mas que contrato? Eu não li contrato nenhum!

ATENDENTE SHIRLEY
Senhor, ao adquirir a música, o senhor apertou o botão Eu Aceito abaixo do contrato de licença o que, legalmente, significa que o senhor leu, entendeu e aceitou os seus termos.


Tudo bem, tudo bem. Mas vocês não podem fazer alguma coisa para que eu possa voltar a poder ouvir a música?

ATENDENTE SHIRLEY
Bem, o senhor pode estar comprando uma nova licença da música…


O quê? Quer dizer que eu vou ter que pagar por uma coisa que eu já paguei? Isso é um absurdo!

ATENDENTE SHIRLEY
É a única forma do senhor obter a mídia legalmente pois, de acordo com o projeto de lei do senador Azevedo, constitui-se crime executar, copiar ou distribuir materiais protegidos por direito de autor sem a autorização do proprietário.


Mas eu comprei a música!

ATENDENTE SHIRLEY
Negativo, o senhor comprou o direito de executar a música em seu computador. A licença se tornou inválida no momento em que o senhor reformatou seu disco rígido.


Mas eu não posso retirar essa proteção?

ATENDENTE SHIRLEY
Se o senhor quebrar o sistema de DRM, estará cometendo um crime e será denunciado às autoridades.


Mas isso também é um absurdo! Todos os programas e mídias que eu tenho são legais!

ATENDENTE SHIRLEY
Não é o que diz os nossos registros, senhor.


Quê?

ATENDENTE SHIRLEY
De acordo com o sistema, no Domingo, o senhor realizou o download de dois episódios do Charuto Nippuden. Isso constitui-se uma violação de direitos autorais e crime, de acordo com a lei do senador Azevedo.


Eu não fiz isso… espere! Não, Domingo o meu sobrinho de 11 anos estava aqui e ele ficou mexendo no meu computador, ele pode ter feito o download dos episódios…

ATENDENTE SHIRLEY
De qualquer forma, ele usou a sua conexão para fazer isso.


Sem falar que os episódios estavam hospedados no disco virtual de VOCÊS.

ATENDENTE SHIRLEY
Essa questão é referente aos termos de serviço do disco virtual. Já estamos entrando em contato com os responsáveis pela conta.


Sim mas… Ei! Espere aí! Vocês registram tudo que eu faço na Internet?

ATENDENTE SHIRLEY
Senhor, de acordo com a lei do senador Azevedo, nós, provedores de Internet, somos obrigados a registrar todas as atividades dos usuários na Internet.


Mas isso é outro absurdo! Onde fica a minha privacidade?

ATENDENTE SHIRLEY
Senhor, essas informações são usadas apenas para fins legais.


sei, sei…

ATENDENTE SHIRLEY
Falando nisso, consta aqui que o senhor acessou o site http://www.sdkhfskhdfklsh.com e fez download de material de pornografia infantil.


Eu? Eu não!

ATENDENTE SHIRLEY
Nossos logs não mentem, senhor. Consta aqui também que o senhor enviou esse material para computadores localizados na Alemanha e na Rússia.


Hummm… acho que sei o que aconteceu. O vírus que infectou o meu sistema Janelas pode ter feito isso. Foi por essa razão que eu reformatei meu disco rígido e liguei para vocês, porque eu não posso mais acessar a música.

ATENDENTE SHIRLEY
Sinto muito, senhor, serei obrigada a notificar as autoridades.


QUÊ? Só porque eu reformatei o meu disco rígido?

ATENDENTE SHIRLEY
Não senhor, porque o senhor fez download ilegal de material protegido por direitos autorais, material de pornografia infantil e tentou violar a licença de uso de uma midia protegida por DRM.


Mas isso é o fim da picada!

Neste momento, alguém arromba a porta da casa do Zé que, assustado, pergunta:


Mas quem é você???

CAPITÃO BORN
Sou o Capitão Born, o comandante do B.O.F.E. Você está preso, seu criminoso digital!


Mas isso é o cúmulo do ridículo! Isso não vai ficar assim! Eu me recuso a ir com você!

CAPITÃO BORN
Ah, além de ameaça, desacato à autoridade? Pois o senhor é um fanfarrão! Pede pra sair! (tapa) Pede pra sair! (tapa)


Ooooohhh… eu mereço!

Anúncios

Uma resposta to “Cybercriminoso, eu?”

  1. cristo Says:

    Realmente o final é parecido, mas realmente é muito engraçado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: