Windows XP: o novo Windows 98?

Em 11 de Junho de 2006, a Microsoft encerrou oficialmente o suporte ao Windows 98. No entanto, isso não foi um motivo para que as pessoas deixassem de utilizá-lo. Ainda hoje, na minha escola, por exemplo, usamos computadores da classe K6-II com o referido sistema. E aqui na minha cidade não é difícil encontrar micro e pequenas empresas que usam sistemas de venda, geralmente em DOS, rodando sobre o Windows 98 (Já vi até micro com Windows 98 e monitor tela plana).

Os motivos pata a ainda adoção do Windows 98 é simples: apesar de todos os seus erros, o sistema é extremamente leve, o que permite que ele possa ser usado em micros com configurações mais modestas. A maioria das pessoas e empresas que ainda usam 98 não têm dinheiro ou interesse para migrar para micros mais potentes, necessários para rodar as novas versões.

No início de 2002, o então novo sistema operacional da Microsoft, Windows XP, encontrou muita resistência por parte dos usuários. Lembro-me, ainda, de uma matéria de Info onde Dagomir Marquezi reclama que seus dispositivos de hardware e softwares não funcionavam corretamente com o novo sistema e, no final, ele teve que acabar voltando para o Windows ME. Aqui, na época, já vi um micro com configuração similar ao meu – um Athlon XP 2200+ – com Windows 98 porque o técnico disse que era melhor que o XP. Hoje, porém, as pessoas que criticavam o XP em favor do 98 o utilizam.

O que vemos é que a história se repete: há relatos e mais relatos de problemas com hardwares e softwares envolvendo o novíssimo sistema da Microsoft, o Windows Vista, e os usuários de Windows estão ao iminente fim do suporte à versão XP, proclamado para 30 de Junho. A Microsoft não quer mais ver o produto revolucionário, que estreou com um comercial com música da Madona, mas os usuários concordam: o XP é melhor que o Vista e não estão dispostos a abandoná-lo.

Logo, concluimos que o XP está prestes a se transformar no Windows 98 II, já que o Vista é chamado de Windows ME II, o sucessor do 98. Assim como o 98, que não tem mais suporte mais ainda é largamente utilizado, o Windows XP ainda reinará muitos anos no Brasil e no Mundo, mesmo com a Microsoft não querendo nem mais ouvir falar dele.

No mundo do software proprietário, ter softwares antigos é um risco, pois os mesmos estão desatualizados e, portanto, possuem falhas que abrem o micro para vírus, malwares e invasões. Já para nós, usuários de software livre, a história é diferente,  pois mesmo tendo uma versão antiga de uma distribuição GNU/Linux, podemos contar com toda proteção e estabilidade que o sistema nos oferece e atualizar sem medo os pacotes necessários. Aqui no nosso mundo, mudar para uma versão mais nova é, na maioria das vezes, uma opção, não algo obrigatório.

Há relatos na Internet que existem universidades americanas que ainda mantém servidores com kernel da série 2.2, sendo que já estamos na 2.6, indo para a 2.8. Alguém se atreveria a manter, hoje, umservidor com Windows NT 4.0?

Quando o Vista foi lançado, a comunidade de software livre declarou que essa seria uma boa hora para os usuários de Windows migrarem para o GNU/Linux; erraram: eles resolveram ficar com o XP. Mas será que já não é a hora de os usuários de Windows perceberem o modelo de negócio da Microsoft, que é empurrar sempre softwares mais novos e caros, e que o Windows Vista não funciona e, enfim, abandonarem de vez o mundo dos programas proprietários e migrarem para um sistema operacional de verdade?

Uma resposta to “Windows XP: o novo Windows 98?”

  1. Arton Says:

    Concordo plenamente com tudo. Ótimo blog!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: